PLANO
INDIVIDUAL

Mensal

R$ 33,90

Carência Zero

Sem carência para emergências e atendimento de urgência

Plano
Empresarial

Mensal

R$ 24,50

A partir de 3 vidas

Possibilidade de isenção de carência. Inclui documentação Ortodôntica

Ligação gratuita
Fale com um consultor:

(11) 4003-3644

Nós ligamos para você


Coberturas

Coberturas

Emergências e Urgência

Tratamento de canal

Restauração

Extração de siso

Obturação

Limpeza

Cirurgias

Documentação

Exames

RECEBER LIGAÇÃO
Plano odontológico empresarial

Plano odontológico empresarial

Plano odontológico empresarial

Algumas informações sobre Plano odontológico empresarial:


O mundo corporativo está cada vez mais desafiador, e uma das principais dificuldades é formar uma equipe competente, mantendo o engajamento no crescimento da empresa. Quando se trata de liderança hoje a maior habilidade está em desenvolver senso de propósito individualmente em cada um, e alinhar esse propósito é alinhar a expectativa junto às demandas da empresa.

Tendo essa necessidade em vista, é necessário compreender que para oferecer isso ao colaborador, uma das ferramentas está ligada aos benefícios ofertados. Os benefícios são fundamentais para que o talento veja o reconhecimento e tenha segurança em relação a si, e aos seus dependentes.

Um dos benefícios mais importantes atualmente é o plano odontológico empresarial, que é oferecido por empresas especializadas e está ligado a um extenso mix de serviços que explicaremos nesse artigo, mas primeiro vamos entender o que é exatamente um plano odontológico para pequenas e médias empresas.

O que é o plano odontológico empresarial?

O plano dentário empresarial ou plano odonto empresarial como são conhecidos, é uma prestação de serviço muito similar aos tradicionais planos de saúde, funcionando com a mesma dinâmica, porém com a diferença que o plano odontológico atende a especialidades que cabem ao dentista, enquanto o plano de saúde atende todas as especialidades, inclusive a de odonto.

Agora podemos ficar com uma dúvida, será que é vantajoso contratar um plano odontológico empresarial ao invés do plano de saúde? A resposta é sim, pelo valor do plano odontológico, e por ter foco nessa prestação de serviço, ainda nesse artigo vamos explicar de forma detalhada sobre cada tipo de plano odontológico empresarial preços, e como funciona plano odontológico empresarial.

Sobre a mecânica do plano, é importante entender que o funcionamento é a partir do cadastramento da clínica odontológica, que passa por um processo criterioso de seleção para garantir a qualidade, e então passa a estar apta e selecionável para os pacientes, do outro lado está a empresa responsável pelo gerenciamento de demanda.

Para contratar tal serviço é possível procurar diretamente os operadores de plano odontológico empresarial, ou buscar por corretores credenciados que podem atender de forma personalizada.

Também podemos imaginar a complexidade e o desafio de uma única clínica atender a muitas especialidades diferente e ao mesmo tempo dividir atenção e fazer novos clientes, investindo em marketing e ferramentas para trazer novos clientes, além de ter ações para reter os clientes que já fazem parte da base, para assim gerar uma demanda que suporte uma estrutura com muitas especialidades, enfim, na prática são poucas as clínicas no Brasil que conseguem alcançar esse modelo de negócio.

Como funciona o plano odontológico empresarial em relação aos pagamentos? Assim como em outras prestações de serviços de saúde, são mensais, e normalmente são realizados com cartão de crédito cadastrado em sistema, débito automático, pagamento de boleto, e podem ter outros meios de pagamentos.

Os planos odontológicos para pequenas e médias empresas, garantem pelo menos os tratamentos dentários básicos, aqueles que são essenciais para a manutenção da saúde bucal, como por exemplo: limpezas, remoção de tártaro, limpeza de placas bacterianas, tratamento de cárie entre outros.

E fora os pacotes básicos tem diversos outros com coberturas opcionais, que vão entregar ao cliente desde cirurgias, e tratamentos estéticos, sempre acompanhado por dentistas especializados naquele assunto.

Por existir tantos pacotes é importante analisar com cautela, para fazer a melhor escolha, pensando no custo benefício para que os colaboradores sintam-se satisfeitos.

A realidade é que a busca por benefícios corporativos têm gerado novas demandas, e para atender o plano dentário empresarial é necessário ter pacotes que se encaixem na realidade.

Frequência na manutenção da saúde bucal

Para que a saúde bucal esteja em dia, é importante ter frequência nas visitas ao consultório, para que o dentista que é um profissional qualificado possa acompanhar a saúde bucal.

Pois não podemos apenas fazer a higiene bucal simples (embora seja essencial), como a escovação de dentes e língua, uso de fio dental e enxaguante bucal após cada refeição, pois no decorrer do tempo podemos deixar que a simples rotina deixe de ser bem executada, e de repente podemos nos deparar com um grave problema.

Além dos procedimentos de saúde, também tem se tornado comum, os serviços de estética odontológica como as lentes, clareamentos, entre outros serviços que como falamos antes elevam a auto estima.

É importante saber que há planos para todos os tipos de consumidor, e que é essencial fazer uma boa pesquisa para encontrar aquilo que caiba no orçamento e atenda as expectativas.

Diferença entre plano odontológico empresarial e plano de saúde

Embora a mecânica seja a mesma, existe diferença entre o plano de saúde e o plano odontológico Mas é importante destacar que há diferença entre plano odontológico e plano de saúde, onde no plano de saúde na maioria dos contratos há cobertura para consulta no dentista com alguns serviços inclusos, porém há muitas outras áreas da medicina, o que torna o valor maior.

Num plano odontológico para MEI é possível gerar uma economia de até 80% em relação aos planos de saúde, além de serem específicos para a área da odontologia. Claro que podem ter maior ou menor cobertura conforme o perfil de necessidade.

1 - Retenção de talentos e diminuição de Turn-over

Hoje oferecer benefícios não é um diferencial, muito pelo contrário, é extremamente comum empresas que aderem a oferta de benefícios, isso porque embora atualmente tenhamos um número enorme de pessoas em busca de uma vaga, existe um problema com a qualificação da mão de obra, por isso a retenção quando a empresa encontra um talento é essencial, pois um conjunto de colaboradores talentosos e motivados é vital para o crescimento.

Quando não há retenção, automaticamente aumenta o turn-over, que gera custos diversos, desde o custo do rompimento do contrato, até o custo da nova contratação.

Por ser normal oferecer esses benefícios, a procura é alta, e pela lógica mercadológica, quanto maior a demanda, em um serviço que trabalha com sistema de rateio, o custo do serviço diminui.

2 - Baixo Custo

O custo do plano odontológico empresarial começa com planos a partir de R$ 50,00 por vida coberta, ao contrário de plano de saúde, e a depender do número de vidas a oferta pode receber brindes na negociação, afinal, uma pequena empresa pode ter 50 funcionários, o que representa um faturamento a administradora que é importante.

3 - Ganho de produtividade

Não é necessário explicar que um colaborador satisfeito produz mais que o insatisfeito correto? Ao demonstrar para sua equipe que a empresa compreende o lado humano e se importa com a saúde dele e dos seus dependentes, é natural que o seu desempenho aumente, pois é uma das formas que há de retribuir, ainda que de forma inconsciente.

Além disso, empresas como startups e empresas com gestão moderna, costumam ter incentivos para tomar cuidado com a saúde e isso gera impacto na qualidade de vida, disposição e traz benefícios à saúde mental.

4 - Melhora a forma com que as pessoas enxergam a empresa

Além do colaborador, os dependentes também compreendem por parte da empresa o cuidado, afinal, é comum passarmos maior parte do tempo da semana e até do fim de semana com a equipe de trabalho do que com a própria família, esse sentimento de cuidado, quando percebido pelos dependentes e familiares traz satisfação a todos os envolvidos.

5. Autoestima dos funcionários

Ao estudar o assunto gestão, notamos que nas últimas décadas, a visão sobre ativos tem sido transformada, e entende-se que os colaboradores façam parte do ativo da empresa, ainda que não seja possível precificar esse ativo, sabemos que é fundamental para gerar o resultado, e embora não sofra depreciação ou valorização, o colaborador pode gerar mais resultados ou menos resultados.

Pensando dessa maneira, é essencial considerar os dois itens anteriores e acrescentar que a auto estima, ou seja a imagem que ele tem de si mesmo, seja pelo seu sorriso como é o caso, seja boa, para que sinta confiança em executar uma tarefa, correto? Afinal, um colaborador com baixa auto estima tende a se sentir inseguro na tomada de decisão ou de agir de forma autônoma, e num ambiente competitivo é necessário ter auto estima elevada.

6. Descontos no Imposto de Renda

Além das vantagens já citadas, ao contratar o serviço de plano odontológico empresarial, a empresa favorecida tem direito ao abatimento do valor gasto com o segurado direto no imposto de renda, o que é uma forma de gerar mais economia.

Como escolher o plano Odonto Empresarial?

Todas as vantagens já foram expostas, mas afinal, com tantas ofertas e empresas diferentes, como escolher o plano correto? A resposta para o financeiro é custo benefício, pois os planos precisam atender as necessidades da equipe, e não podem gerar impacto negativo no balanço correto ?

Por isso, algumas etapas são necessárias para realizar uma escolha assertiva, a seguir 6 dicas para não cometer nenhum erro.

1 - Análise de Preço

As ofertas são diversas e estão de acordo com a cobertura, por isso o custo benefício é a análise, pois nem sempre o plano mais barato vai suprir as necessidades, e também contratar um plano com diversas coberturas que não serão utilizadas é um desperdício de recursos.

A pesquisa de plano odontológico empresarial preços é essencial, invista tempo nesse item para ser econômico e gerar resultado.

2 - Verifique a cobertura do Plano

Tão importante quanto o preço é a cobertura do plano selecionado, pois além da cobertura básica obrigatória conforme regulamenta a ANS, há diversos outros serviços que podem ser incluídos num plano odontológico, e nessa etapa é onde surgem as maiores dúvidas na escolha.

Nesse momento é importante para tomar a decisão ter alguém para orientar, seja um corretor, ou seja um dentista de confiança, pois há mais de 80 procedimentos diferentes, distribuídos em tratamentos de limpeza, tratamentos de prevenção, tratamentos de gengiva, tratamentos de canal, restaurações, consultas, radiologias entre muitas outras.

Uma boa escolha do plano odontológico empresarial demanda pesquisa interna sobre o que cada colaborador precisa.

3 - Verifique a disponibilidade e direito dos dependentes

Um dos fatores motivacionais relacionados à escolha do plano dentário empresarial, são os fatores de disponibilidade e dos direitos dos dependentes, nem sempre o plano empresarial dá ao dependente o mesmo nível de serviço, até por que em algumas situações a necessidade é diferente, principalmente pelo fator idade.

A ANS garante o direito de ter dependentes de relações estáveis (cônjuges), e em alguns planos é possível incluir outros dependentes como filhos, pais, entre outros parentes, assim o plano odontológico empresarial servirá para a família também.

4 - Verifique a disponibilidade dos consultórios da região

Ao contratar o plano é importante verificar se há atendimento perto da sua região onde o colaborador mora ou próximo da região onde trabalha (principalmente de onde trabalha), fazendo uma boa escolha de região é possível que a logística num dia de consulta não atrapalhe o rendimento, afinal, o ideal é que a ausência do colaborador não gere prejuízo ao time.

Embora as empresas que oferecem plano odontológico empresarial, tenham cobertura nacional, e cadastrem muitas clínicas, é possível que a especialidade que está procurando não seja próxima a casa ou escritório, a regra vale para pesquisar também se há clínicas de atendimento imediato para casos emergenciais.

5 - Período de carência do plano odontológico empresarial

Todo plano odontológico tem período de carência, assim como nos planos de saúde, e a faixa de períodos de carência tem a lógica da emergência e risco daquele procedimento, vamos a um exemplo.

Em serviços de emergência, onde é necessário uma intervenção na hora, como num acidente, é comum que o prazo de carência seja de 1 dia útil após a ativação, devido a necessidade imediata do atendimento.

Em serviços onde o procedimento é uma intervenção simples porém não imediata, e pode esperar por pouco tempo pois tende a piorar o quadro no passar dos dias, a carência é de 90 dias em média.

Em serviços onde o procedimento é necessário, porém não corre risco de agravar ou é estético, a carência pode ser de 180 dias em média.

Os dias expressos como exemplo são de uma média de alguns planos odontológicos para pequenas e médias empresas.

6 - Cancelamento de plano odontológico empresarial

Na hora de pesquisar todos os detalhes são valiosos, e por esse motivo, é importante verificar no contrato o que acontece em caso de precisar cancelar ele, afinal todos podem acabar passando por um período de escassez ou pode não estar satisfeito com os resultados, por isso saber o processo de cancelamento de plano odontológico empresarial é fundamental.

Na maioria dos contratos há um período de 12 meses, chamado de fidelidade, se o cancelamento acontecer antes desses 12 meses há multa, que pode representar cerca de 20% do custo residual do contrato.

E apenas o titular do contrato tem poderes para fazer o cancelamento de plano odontológico empresarial.

O colaborador vai querer ter o plano odontológico empresarial ?

Já identificamos quais são os benefícios corporativos do plano odonto empresarial, agora vamos falar sobre os benefícios que são visíveis ao colaborador enquanto usuário do plano

1 - Economia e custo benefício

A empresa quando contrata, consegue o serviço a um valor muito mais acessível do que o colaborador conseguiria como pessoa física, há empresas que geram desconto na folha de pagamento, outras não geram, mas de toda forma o desconto da negociação será repassado ao colaborador.

Quando contabilizamos que, ao invés de ter um plano odontológico empresarial ativo, esse funcionário poderia por exemplo ter que fazer consultas particulares, em pouco tempo o custo de fazer isso, dentro do período e ter uma saúde bucal adequada, seria muito maior do que dentro do plano,

Outra economia acontece quando temos situações emergenciais, que não estão dentro dessa janela de 6 meses, e que ocorrem de repente, quando não estamos programados financeiramente, e por tratar-se de emergência, em média podemos gastar mais do que o dobro do valor comum dos tratamentos convencionais.

E por último, podemos contabilizar como economia, o fato de que, ao ter regularidade, que é comum aos que têm plano odontológico, assim que um problema simples acontecer, o dentista logo o encontra, o tratamento é simples e não traz dor de cabeça, aqueles que recorrem ao particular, não costumam ter regularidade, e só percebem o problema quando há necessidade de uma intervenção séria.

2 - Regularidade de 6 meses

Já que a empresa disponibilizou o plano odontológico empresarial vamos usar certo?

Outro por que de contratar é que ter o plano, a regularidade aumenta, e o cliente tende a ter melhoria na saúde bucal, pois passa a usufruir e cuidar muito mais, e ao visitar o dentista com frequência, o profissional passa a conhecer seu histórico clínico, e acompanhar também os dependentes, em caso de problemas genéticos isso pode facilitar nos tratamentos.

E para a clínica o aumento de fluxo é muito importante, pois garante que há equipe não fique ociosa, afinal todas as despesas fixas, com ou sem atendimento serão pagas pela clínica, e embora o pagamento por consulta seja menor que a particular, compensa pelo fluxo.

3 - Menor incidência de problemas na saúde bucal

Ao manter a frequência de uso do benefício, os diagnósticos sempre serão descobertos no início do problema, e assim que o problema é identificado, é possível tratar de forma simples, prática e a depender da cobertura, pagando pouca diferença para ter acesso a um serviço fora do pacote.

4 - Como funciona e quem regulamenta o plano odontológico empresarial

A regulamentação do plano é realizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que é responsável pela fiscalização de qualquer plano odontológico, e o órgão determina algumas obrigatoriedades, entre elas estão os serviços mínimos prestados em qualquer plano. Que são:

  • Próteses;
  • Tratamento de canal e colocação de próteses básicas;
  • Cirurgias simples como de extração de dentes.
  • Consultas e profilaxia;
  • Exames radiológicos;
  • Remoção de tártaro;
  • Tratamento de canal;
  • Limpeza de cáries;
  • Atendimento emergencial.

É importante conhecer os serviços básicos, pois devemos nos atentar se aquilo que o plano diz cobrir condiz com o mínimo obrigatório.

5 - Consulta com dentista que pertence a rede de atendimento.

O processo de cadastramento da clínica e dos dentistas é rigoroso, isso por que a administradora precisa se certificar que o processo da prestação de serviço está adequado conforme as orientações, sendo assim, a clínica tem que dispor de material, equipe qualificado, e processos de qualidade, esses critérios dão segurança aos clientes, pois a administradora indica, e nisso ela se responsabiliza moralmente pela qualidade.

Para ter vantagem competitiva, a administradora do plano odontológico empresarial busca ter a maior variedade de serviços possível, pois tendo o maior número de especialidades, pode ter maior chance de encantar o gestor responsável pelos benefícios e também os seus colaboradores.

Vamos lembrar que para utilizar o plano, a clínica deve ser cadastrada, em caso do consumidor ter um dentista de sua preferência que não for cadastrado, só poderá utilizar sendo por meio de consulta particular.

6 - É possível colocar aparelho ?

O aparelho ortodôntico é um produto muito popular, e a colocação de aparelho é objeto de desejo de muitos colaboradores, seja para ele como titular, ou para seus filhos ou dependentes. Mas como percebemos, não faz parte dos serviços obrigatórios da ANS, porém por ser popular muitos planos contemplam esse serviço, e esse item então é especial para o plano odontológico empresarial. Claro que isso ocorre porque o número de consultas geradas por esse cliente que está com aparelho é muito maior do que os demais por que a manutenção muitas vezes ocorre de forma mensal, mas os planos que oferecem esse serviço, auxiliam com a redução do custo da manutenção do aparelho.

7 - O que fazer quando precisar de remédio ?

Atenção total nesse item, os planos odontológicos não cobrem de forma alguma os remédios, mas em grande parte dos planos odontológicos há convênio com redes de farmácia para conceder desconto para os medicamentos prescritos pelos dentistas, afinal de contas os dentistas não podem vender remédios, apenas podem prescrever.

E por último uma dica importante, destinada aos gestores. Manter a equipe engajada é fundamental, pois os resultados estão interligados a esse fato, por melhor que seja o nível de automação e de processos aplicados, o fator humano sempre será decisivo para o crescimento operacional, por isso a aplicação de ferramentas como a de benefícios gera impacto.

Agora que já sabe tudo sobre o plano odontológico empresarial, suas vantagens e benefícios, aproveite para aplicar esse conhecimento na sua saúde!

Whatsapp Ideal Odonto Whatsapp Ideal Odonto